Notícias

24 de setembro de 2018 às 11:40

'Ursa mais triste do mundo' está em santuário no interior de SP

No santuário, ela ficará em um recinto provisório de 600 m² com piscina e caverna até a construção de um lar definiti

Crédito:Reprodução

A 'Ursa mais triste do mundo', como ficou conhecida durante uma mobilização nacional para transferência dela, chegou na madrugada de sábado (22) ao santuário ecológico em Joanópolis (SP). Marsha deixou o calor de Teresina, no Piauí, para viver no clima ameno da região bragantina, onde foi rebatizada com o nome de Rowena.

O transporte foi realizado em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e a ursa foi levada dentro de uma cabine climatizada especial. A ursa fez a viagem acordada e sem uso de sedativos.

No santuário, ela ficará em um recinto provisório de 600 m² com piscina e caverna até a construção de um lar definitivo. O caso da ursa ganhou repercussão em novembro do ano passado, quando uma petição online pedia a transferência dela, alegando que a permanência do animal no Piauí seria prejudicial à saúde devido às altas temperaturas. O movimento ganhou adesão de artistas e ativistas da causa animal.

A ativista ambiental Luisa Mell falou da emoção do transporte e da mobilização nacional feita para a transferência da ursa. Ela destacou a importância das pessoas entenderem que o animal não deve ser tratado como entretenimento.

"Estamos nessa luta há mais de um ano e meio. Um animal que só sofreu 20 anos explorada no circo e depois nesse calor escaldante, especialmente ela que foi nascida para o clima do Canadá. Estamos nessa missão muito grande, preocupados por ser uma ursa idosa ", declarou.  Fonte: G1

Fonte: G1

comentários

Estúdio Ao Vivo