Notícias

02 de abril de 2019 às 11:24

Governo de São Paulo assegura manutenção integral do Projeto Guri

Ajuste no orçamento permitiu o descontingenciamento de R$ 20,7 milhões para evitar redução do número de polos no Estado

Crédito:Divulgação

O Governador João Doria anunciou ontem (1º) a decisão de descontingenciar R$ 20,7 milhões para a manutenção do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, que promove iniciação e formação musical para crianças e adolescentes.

No anúncio, que contou também com a presença do Vice-Governador Rodrigo Garcia, do Secretário da Fazenda Henrique Meirelles e do Secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão, foram apresentadas as medidas previstas para que serviços essenciais, como o Projeto Guri, não sejam interrompidos.

“Não haverá nenhuma interrupção no Projeto Guri, que continuará operando regularmente como está, atendendo 64 mil crianças e adolescentes em todo o Estado, sem redução de alunos e professores. Neste ano, temos um investimento previsto de R$ 94,7 milhões para o Projeto Guri”, disse Doria.

Segundo estudo do IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social) publicado em fevereiro – e baseado no impacto do Projeto Guri na capital durante os últimos três anos -, o valor do impacto social gerado pelo Projeto Guri corresponde a seis vezes o valor investido.

Em 382 polos, incluindo os polos Fundação Casa destinados a jovens em cumprimento de medidas socioeducativas, são atendidos aproximadamente 64 mil crianças e adolescentes por ano.

“Não há dúvida em relação à qualidade e importância do Projeto Guri e aos seus resultados. Certamente, a inciativa sociocultural mais importante do país em resultados evidentes. Um recente estudo, feito pelo IDIS, especificamente sobre o Projeto Guri, demonstrou que para cada R$ 1 aportado pelo Governo do Estado, a sociedade recebe R$ 6,40 em serviços”, declarou o Secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão.

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa tem realizado uma avaliação minuciosa dos contratos, programas e ações, levando em conta o impacto do contingenciamento, buscando implementar readequações para minimizar as consequências e buscar mais eficiência e eficácia.

O déficit fiscal projetado de R$ 10,5 bilhões em 2019 obrigou o Governo do Estado a determinar contingenciamento de R$ 5,7 bilhões em todas as áreas. Para a Cultura, foi estabelecido um contingenciamento de cerca de 23%, equivalente a R$ 150 milhões, incluindo os 24 contratos com Organizações Sociais e demais programas e ações. (Assessoria de Imprensa/Governo de SP)

Fonte: Governo de SP

comentários

Estúdio Ao Vivo