23 de julho de 2018 às 11:16

Campanha de vacinação contra sarampo e pólio é antecipada em Votorantim para o dia 4 de agosto

Todas as UBSs de Votorantim vão disponibilizar as doses e haverá dois dias “D” de Mobilização: 4 e 18 de agosto<

Crédito:Reprodução

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa) realizará entre os dias 4 e 31 de agosto a vacinação contra a poliomielite e o sarampo, com dois dias “D” de mobilização, marcados para os sábados do dia 4 e do dia 18. A informação sobre o calendário da campanha foi repassada ao município pelo GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado), com a previsão da chegada das doses até o dia 1º de agosto. Durante a campanha, que é nacional e foi antecipada, devem ser imunizadas, crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias e as doses estarão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade, das 8h às 17h.

A vacina contra o sarampo que será usada na campanha será a tríplice viral,  que também protege contra caxumba e rubéola. Já contra a poliomielite, ou paralisia infantil, será administrada a vacina oral, em gota. A campanha visa imunizar as crianças que ainda não tomaram a dose ou não obtiveram resposta imunológica satisfatória à vacinação, mantendo assim elevada a cobertura vacinal, para redução dos riscos de reintrodução destas enfermidades no país.

De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus da poliomielite, uma doença infectocontagiosa grave e que provoca danos irreversíveis, foi erradicado no Brasil na década de 1990. Quanto ao sarampo, em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo, mas atualmente, o país enfrenta dois surtos da doença em Roraima e Amazonas. Além disso, alguns casos isolados e relacionados à importação foram identificados em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro.

Vacinação contra a gripe

A campanha de vacinação contra a gripe, que protege contra o vírus H11N1, encerrou oficialmente em nível nacional em 22 de junho e vacinou 19.375 pessoas em Votorantim, o que corresponde a 87,1% de imunização, tendo atingido a meta de mais de 90% de cobertura junto ao público-alvo de idosos (105,1%) e de trabalhadores em saúde (91,1%).

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Nila Puglia, explica que a vacinação terminou após ter sido prorrogada até o fim dos estoques e estendida também para as crianças de 5 a 9 anos de idade e adultos de 50 a 59 anos, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

Ainda de acordo com a Vigilância, até o momento os registros de casos de H1N1 não se alteraram em Votorantim desde que foram confirmados, na semana passada. São cinco casos (com dois óbitos). Já dos três casos suspeitos, um foi descartado e outros dois aguardam resultados. Secom/Votorantim(23/07/18)

Fonte: Secom/Votorantim

comentários

Estúdio Ao Vivo